13/02/2016

Post sem título, que eu não sei que nome dar a isto

Fevereiro de 2016. O ano ainda mal começou e já posso dizer com toda a certeza que este mês e ano nunca mais serão esquecidos, por mais anos que viva. Por melhor que venha a ser este ano, este ano será sempre aquele ano.
Não sou uma pessoa negativa, acredito que em 90% das situações há sempre uma volta a dar, melhor ou pior. No entanto, desde o início que algo que me dizia que qualquer coisa não estava bem. À medida que os exames, análises, etc... se foram acumulando com resultados que não davam lugar a esperanças, enquanto os médicos me davam palmadinhas nas costas e desejavam boa sorte, que me fui mentalizando que o pior podia acontecer. Mas, nunca estamos completamente preparados para o pior. O pior acabou por acontecer de uma forma muito dura e crua. Tudo há-de acabar por sarar, mas, por enquanto, ainda é cedo. Por mais coisas que me digam, eu agora só desejo poder sofrer em paz.

6 comentários:

  1. Que tenhas paz então. E um abraço solidário.

    ResponderEliminar
  2. Caramba, que há-de acontecer alguma coisa boa entretanto. É como se estivesse a conversar comigo mesma. :)

    ResponderEliminar
  3. Não quero interromper o silêncio, mas a caixa de comentários estava aberta...
    Quero apenas deixar os meus desejos de que tudo se resolva pelo melhor e com o menor sofrimento possível e dizer que tenho visto muito sofrimento por doença mas também tenho visto muitas pessoas a vislumbrar a luz ao fundo do túnel, ela existe, ela está lá
    vai passar
    um beijinho
    Cipreste

    ResponderEliminar