22/10/2014

6 meses depois

Há seis meses recebi a notícia de que vinha a menina a caminho. Na minha primeira gravidez, foi por volta desta altura que a minha barriga explodiu. Até aos seis meses, não se sabia bem se eu estava grávida ou se era apenas um bocadinho balofa. A partir dos seis meses, acabaram-se aos dúvidas de uma vez por todas. Esta gravidez é diferente. Na verdade, não ata nem desata. Já se passaram seis meses e não aconteceu nada. Rigorosamente nada. Provavelmente, vou ter de esperar mais seis meses e mais seis meses e mais seis meses... Bom, estão a perceber...
Ninguém nos pergunta como nos sentimos, se já falta pouco (o que acaba por ter o seu lado bom, porque sabe-se lá quanto tempo falta), não escolhemos roupinhas, não levamos pontapés na barriga, não acompanhamos a barriga a crescer. É uma gravidez que não é gravidez, é uma gravidez que só sente e sabe quem todos os dias espera.



Sem comentários:

Enviar um comentário